• 12h00 - Copa do Mundo: França x Croácia (final) ao vivo em HD 15/07/2018

Campeonato Sergipano 2012 Ao Vivo

Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, conhecidos oficialmente como os Jogos da XXIII Olimpíada de Inverno, mais comumente PyeongChang 2018será um evento multiesportivo realizado no primeiro semestre de 2018 em PyeongChang, condado localizado na província de Gangwon, Coreia do Sul.

Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

23h00 Olympic rings BobsledSPORTV3
00h20 Olympic rings Competições não informadasGLOBO
01h00 Olympic rings Hóquei no gelo masculino (final)SPORTV2
03h00 Olympic rings Esqui cross-countrySPORTV3
08h00 Olympic rings Cerimônia de encerramentoSPORTV2

Chegou a hora! A Olimpíada de Inverno de PyeongChang, na Coreia do Sul, vai de 8 a 25 de fevereiro e promete movimentar o mundo esportivo. As temperaturas abaixo de zero dão o tom dos Jogos, que têm a expectativa de ser um dos mais frios da história. Além disso, astros, provas tradicionais e outras radicais, brasileiros em ação e cenário político apimentam as disputas. Veja 11 coisas que você não pode perder!

Quando?

As Olimpíadas de Inverno de PyeongChang 2018 acontecem de 8 a 25 de fevereiro. A cerimônia de abertura será no dia 9, às 9h (horário de Brasília), no PyeongChang Olympic Stadium. Já a festa de encerramento é no dia 25, no mesmo horário.

Onde?

Os Jogos de Inverno deste ano serão disputados no condado de PyeongChang, localizado na província de Gangwon, no nordeste da Coreia do Sul. A cidade tem cerca de 50 mil habitantes e fica nos Montes Taebaek, uma cordilheira que cruza o país. A área olímpica fica a apenas 40km da fronteira com a Coreia do Norte e a 180km da capital Seul. Em 2016, o nome da cidade foi alterado para que turistas não confundissem e viajassem por engano para a capital do norte, Pyongyang. Assim, Pyeongchang ganhou um “C” maiúsculo: PyeongChang.

Quais são os esportes?

Serão disputados 14 esportes: 7 de gelo (bobsled, skeleton, luge, curling, hóquei, patinação de velocidade e patinação artística) e 7 de neve (combinado nórdico, salto com esqui, snowboard, biatlo, esqui estilo livre, esqui alpino e esqui cross-country).

Quantos países?

Em 2018, 92 nacionalidades participarão dos Jogos.

Tem Brasil na neve e no gelo?

Tem sim, senhor! A delegação brasileira é formada por dez atletas: nove titulares e um reserva. O país participa em cinco esportes:

  • Snowboard: Isabel Clark
  • Patinação artística: Isadora Williams
  • Esqui alpino: Michel Macedo
  • Esqui Cross-country: Jaqueline Mourão e Victor Santos
  • Bobsled: Edson Bindilatti, Odirlei Pessoni, Rafael Souza, Edson Martins e Erick Vianna (reserva)

Quais as chances dos brasileiros?

A chance de o Brasil sair com uma medalha de PyeongChang é muito remota. Os brasileiros competem para melhorar o desempenho e terminar os Jogos com as melhores participações da história. Destaque para o trenó 4-man do país, que hoje está no top 20 do mundo e tenta figurar entre os 15 do planeta.

Quais são os eventos imperdíveis?

O esporte mais tradicional da Olimpíada de Inverno é o esqui alpino. Quem gosta de adrenalina não pode perder o bobsled, o luge e o skeleton. No bobsled, o Brasil promete seu melhor resultado da história. Já quem gosta de arte vai se apaixonar pela patinação artística, que terá a brasileira Isadora Williams.

Quem são os grandes nomes?

O japonês Noriaki Kasai, do salto de esqui, vai bater o recorde de participações em Olimpíadas de Inverno quando saltar em PyeongChang. Será sua oitava participação. No snowboard, o americano Shaun White é outra estrela. No esqui alpino, a americana Lindsey Vonn está de volta após ficar fora de Sochi 2014. O holandês Sven Kramer, da patinação em velocidade, vai em busca do seu quarto ouro olímpico.

Quais são as maiores rivalidades?

No hóquei, Canadá, Estados Unidos e a equipe de “Atletas Olímpicos da Rússia” prometem tensão e muita rivalidade no gelo. Na patinação de velocidade, os sul-coreanos, donos da casa, têm os americanos no encalço. No biatlo e nas modalidades de esqui, a Noruega é a grande potência, mas Alemanha, outros países nórdicos, austríacos e suíços dominam as rivalidades.

Cenário político chama a atenção

Grandes competições esportivas são sempre acompanhadas de um bastidor político. No fim de 2016, o COI excluiu a Rússia dos Jogos por conta do escândalo de doping que envolve o país. Apenas atletas selecionados pela entidade poderão competir, mas não defedenrão a bandeira e nem ouvirão o hino russo em caso de medalha de ouro. São os “Atletas Olímpicos da Rússia”.

Já o clima sempre tenso entre as Coreias do Sul e do Norte parece ter melhorado. Desde a Guerra das Coreias, de 1950 a 1953, um tratado de paz nunca foi assinado. Ou seja, oficialmente, as duas partes seguem em guerra. Mas em janeiro deste ano o COI promoveu um encontro entre o Sul e o Norte, quando ficou decidido a participação dos norte-coreanos, com 22 atletas. Além disso, o time feminino de hóquei será composto por jogadoras de ambos os países. Na cerimônia de abertura, Sul e Norte também caminharão juntos.

Como será a cobertura?

SporTV e Globo vão transmitir diferentes modalidades dos Jogos Olímpicos de Inverno. Direto de PeyongChang, os repórteres Carol Barcellos, Marina Izidro e Guilherme Roseguini vão mostrar tudo o que acontece no evento. No Brasil, os apresentadores Fred Ring e Glenda Kozlowski comandam os programas especiais no novo estúdio do esporte. O espaço estreia no dia 9 de fevereiro, com a transmissão da Cerimônia de Abertura.

Diariamente, de 7 a 25, o SporTV vai mostrar as competições, entrevistar atletas e transmitir mais de 300 horas de programação ao vivo dos jogos entre 21h e 12h30. A partir do dia 9, Fred Ring comanda o “Conexão Coreia”, programa diário que será transmitido ao vivo após as competições e vai receber convidados para fazer um balanço das disputas. Já a partir de 14, a Globo também transmite a competição. Todos os dias de 0h até 5h, o canal mostra as disputas com cobertura ao vivo, matérias especiais e boletins diários apresentados por Glenda Kozlowski.

 Com dois repórteres em PyeongChang (Raphael Andriolo e Thierry Gozzer), o GloboEsporte.com acompanha todas as notícias dos brasileiros e conta as principais histórias dos Jogos de Inverno. As cerimônias de abertura e encerramento serão transmitidas ao vivo no site, e você pode ficar ligado nos principais acontecimentos em um feed diário que ficará aberto durante toda a cobertura.
Loading...

Qual seu palpite? Deixe um comentário...